Última hora

Última hora

Milhares de italianos apoiam em Roma protestos dos metalúrgicos

Em leitura:

Milhares de italianos apoiam em Roma protestos dos metalúrgicos

Tamanho do texto Aa Aa

Milhares de pessoas manifestaram-se em Roma para exigir melhores condições de trabalho no sector da metalurgia em Itália.

O protesto contou com a adesão de militantes de esquerda e italianos descontentes com as políticas de Silvio Berlusconi.

O secretário-geral da Cgil, a principal organização sindical do país, diz que “pretendem uma mudança nas políticas económicas, que não pensam nas camadas mais pobres da população, não apoiam o desenvolvimento, o emprego ou os investimentos”.

Os organizadores anunciaram uma participação de cem mil pessoas em dois cortejos distintos, que convergiram numa praça central da capital italiana.

Muitos dos manifestantes estão ligados ao ramo automóvel, um dos mais afectados pela crise.

Este italiano diz-se “muito zangado”, muitos dos colegas foram “deixados com fome e sem dignidade”.

Outra manifestante diz que participa no protesto “não como trabalhadora, mas como mãe de duas crianças”, às quais quer deixar “uma sociedade onde os direitos constitucionais são preservados”.

As acções de contestação decorreram pacificamente, apesar do ministro do Interior ter alertado para a possibilidade da infiltração de grupos anarquistas que poderiam motivar confrontos com as autoridades.