Última hora

Última hora

Deputados europeus aprovam aumento orçamental

Em leitura:

Deputados europeus aprovam aumento orçamental

Tamanho do texto Aa Aa

No dia em que foram anunciados cortes na despesa britânica, o Parlamento Europeu aprovou um aumento de 5,9% do orçamento da União para 2011.

Pela primeira vez, os eurodeputados mantiveram o orçamento nos limites propostos pela Comissão. Mas, em contrapartida, exigiram um compromisso para dotar a União Europeia de receitas próprias.

“É preciso atingir um sistema que não agrave os encargos do contribuinte, que alivie os orçamentos nacionais e que seja transparente para o eleitor contribuinte. Necessitamos de recursos europeus para as políticas europeias”, defendeu Alain Lamassoure do Partido Popular Europeu.

As principais forças políticas consideram estar na altura de a União ter uma maior autonomia orçamental e de acabar com as disputas sobre as contribuições nacionais. A ideia é que as transferências nacionais deixem de ser a base do orçamento, que passará a financiar-se através da cobrança directa de impostos.

“Dado o contexto, o contexto da crise, vai ser muito difícil. Não podemos permitir grandes perdedores, nem grandes vencedores. É neste contexto que devemos colocar também sobre a mesa o cheque britânico”, afirmou Janusz Lewandowski, o Comissário Europeu para o Orçamento.

Negociado em 1984, o ‘cheque britânico’ permite ao Reino Unido recuperar cerca de dois terços da sua contribuição líquida financeira para a União Europeia .