Última hora

Última hora

França: Senadores debatem reforma de alto risco

Em leitura:

França: Senadores debatem reforma de alto risco

Tamanho do texto Aa Aa

É uma reforma de alto risco que inflamou os ânimos nas ruas e no Senado.

O voto da alteração ao sistema de pensões em França já tinha sido adiado para esta quinta-feira, mas arrisca-se a sê-lo novamente. Das 1200 emendas ao texto, faltam ainda analisar cerca de 300.

Em relação às mudanças polémicas, como a alteração da idade da entrada na reforma dos 60 para os 62 anos e o direito à pensão completa dos 65 para os 67, o governo mostra-se irredutível.

A oposição acusa o executivo de “surdez política”. Os manifestantes querem ser ouvidos e juntaram-se às portas do Senado, em Paris.

De acordo com uma sondagem publicada hoje, 67 por cento dos franceses estão de acordo com as greves e as manifestações e 65 por cento reprovam a inflexibilidade do presidente Nicolas Sarkozy.