Última hora

Última hora

Reino Unido salva-se do abismo com destreza

Em leitura:

Reino Unido salva-se do abismo com destreza

Tamanho do texto Aa Aa

A mítica rádio da BBC, “world service”, vai ter de economizar por causa do corte do financiamento do ministério britânico dos Negócios Estrangeiros para o serviço internacional.

Todos os ministérios são afectados pelos cortes orçamentais do plano drástico do governo de David Cameron.

Os orçamentos dos ministérios vão reduzir, em média, 19 % até 2014-2015.
No mesmo período de tempo, 490 mil empregos na função pública vão ser suprimidos, depois de reformados os detentores dos cargos.

O plano é considerado o mais drástico na União Europeia. Muito rápido, segundo a oposição, mas é para evitar a falência do país. A imprensa britânica fala de golpes a machado orçamental.
.

O objectivo é fazer descer o défice público de 10,1% do PIB, este ano, para 1,1% em 2015.

Este plano viza realizar uma economia de 95 mil milhões de euros em menos de cinco anos, combinada com a subida de impostos no valor de 34 mil milhões de euros.

A reforma, que passa a ser aos 66 anos daqui a 10 anos, vai ainda poupar ao sector público dois mil milhões de euros por volta de 2015. Os empregados também vão pagar mais impostos.

O orçamento da protecção social vai sofrer um corte de oito mil milhões de euros além dos 12 mil milhões anunciados em Junho.

O limite de 12 meses para usufruir o subsídio de desemprego para um milhão de pessoas e outros subsídios para encontrar trabalho são outras das medidas.

As Universidades inglesas vão ter menos 40 por cento do que é habitual gastarem por ano. Mas, por outro lado vai haver um investimento no sector da educação importante de 44 mil milhões de euros nos próximos quatro anos.

O orçamento para a agricultura vai ter cortes de 5 por cento anuais e o dinheiro atribuido é apenas para as inundações.
Continua o investimento na energia eólica.

O serviço nacional de saúde e a ajuda externa ao desenvolvimento também foram poupados, conforme promessa eleitoral de Cameron.