Última hora

Última hora

Zapatero remodela governo para sair da crise

Em leitura:

Zapatero remodela governo para sair da crise

Tamanho do texto Aa Aa

Uma remodelação para sair da crise e impor a política de austeridade. O presidente do Governo espanhol, José Luís Rodriguez Zapatero apresentou esta quarta-feira as mudanças no executivo.

“Considero que o que faz falta neste momento é um governo renovado e politicamente reforçado. Vai ser o governo das reformas, da recuperação definitiva da economia e do emprego”, justificou Zapatero.

Alfredo Perez Rubalcaba passa a número dois do Governo, acumulando as funções de vice-presidente e porta-voz do executivo com a pasta do Interior.

Zapatero faz questão que Rubalcaba continue a liderar a luta contra a ETA. Alguns analistas apontam-no como o próximo cabeça de lista dos socialistas nas legislativas de 2012.

Trinidad Jiménez deixa a pasta da Saúde e passa a liderar o ministério dos Negócios Estrangeiros, herdando o dossier problemático das relações entre a Espanha e a Venezuela, Gibraltar e Marrocos.

Valeriano Gómez é o novo ministro do Trabalho, numa altura em que o desemprego ronda os 20 por cento. A sua nomeação foi uma surpresa, mas representa uma reaproximação dos socialistas aos sindicatos. Gómez tem boas relações com os sindicalistas e juntou-se mesmo aos protestos de 29 de Setembro contra a reforma laboral.

Foi a primeira greve geral dos últimos oito anos e mostrou o descontentamento da população contra as medidas de austeridade. Esta quarta-feira, o Parlamento deu luz verde para a aprovação do Orçamento do Estado para 2011, que prevê uma redução drástica do défice orçamental.