Última hora

Última hora

Abastecimento de combustível parcialmente reposto

Em leitura:

Abastecimento de combustível parcialmente reposto

Tamanho do texto Aa Aa

O abastecimento de combustíveis em França caminha para a normalidade, mas serão ainda precisos mais alguns dias, para que tudo volte a ser como dantes.

Foi o próprio ministro da Energia, Jean-Louis Borloo que deixou este aviso.

Das 12.300 estações de serviço, 3.200 ainda estão com os tanques vazios, segundo os números governamentais.

Três das 12 refinarias existentes em toda a França foram desbloqueadas, na noite de terça para quarta-feira. São elas Mans, Donge e La Rochelle.

A saída de combustível estava a ser impedida por piquetes de activistas, em protesto contra a reforma das pensões.

Foram as intervenções policiais nas refinarias, estações de serviço e depósitos de armazenamento que permitiram repor o abastecimento.

Ao todo, desde sexta-feira, foram desencadeadas 21 acções policiais, mais quatro na noite de terça, para quarta-feira.

O principal problema, no entanto, eram as refinarias, mas esta quarta-feira já se viu o movimento habitual de auto-tanques.

Em Marselha, foi mesmo preciso recorrer aos serviço de militares.

Soldados equipados de fatos sanitários ajudaram a minorar os efeitos da greve dos trabalhadores municipais e eles próprios fizeram a recolha do lixo acumulado, nas ruas.