Última hora

Última hora

Fariñas: "prémio Sakharov é de todos os que lutam pela democracia em Cuba"

Em leitura:

Fariñas: "prémio Sakharov é de todos os que lutam pela democracia em Cuba"

Tamanho do texto Aa Aa

O dissidente cubano, Guillermo Fariñas, foi homenageado com o prémio Sakharov dos direitos humanos.

A distinção, atribuída anualmente pelo Parlamento Europeu, reconhece o combate pela democracia em Cuba do jornalista de 48 anos.

Em exclusivo para a Euronews, Fariñas afirmou ter acolhido a notícia da atribuição do prémio, “de forma modesta e combativa, combativa mas pacifica. E modesta porque é um prémio atribuído a todos os exilados cubanos, a todos os prisioneiros políticos e todos os dissidentes que neste momento continuam a lutar por uma Cuba livre e democrática”.

Fariñas realizou mais de 23 greves da fome para obter a libertação de 52 prisioneiros políticos. O último protesto durou três meses e terminou com o anúncio da libertação da maioria dos detidos.

O jornalista é o terceiro dissidente cubano a receber o prémio Sakharov, nos últimos dez anos.