Última hora

Última hora

Prémio Sakharov: Fariñas pede "fim da ditadura" em Cuba

Em leitura:

Prémio Sakharov: Fariñas pede "fim da ditadura" em Cuba

Tamanho do texto Aa Aa

Guillermo Fariñas dedica o prémio Sakharov ao povo de Cuba e apela ao “fim da ditadura” na ilha. O Parlamento Europeu atribuiu esta quinta-feira o galardão dos direitos humanos ao dissidente cubano, pelo papel de relevo do jornalista de 48 anos em prol da democracia. Através de sucessivas greves de fome, ajudou nomeadamente a pressionar Havana para libertar mais de 50 presos políticos.

Fariñas diz que “é importante agora que os governos europeus – que em breve vão decidir a posição comum a adoptar em relação a Cuba – felicitem o governo cubano pela libertação de dezenas de presos políticos. Mas, ao mesmo tempo, devem dizer que não é suficiente, porque a posição comum deve exigir uma melhoria em termos de direitos humanos e avanços democráticos, coisas que ainda não aconteceram”.

A atribuição do prémio é interpretada como uma chamada de atenção a Havana, quando os chefes da diplomacia dos Vinte e Sete se preparam para equacionar uma mudança na postura europeia face a Cuba.