Última hora

Última hora

Estugarda é palco de manifestações contra e a favor de projecto ferroviário

Em leitura:

Estugarda é palco de manifestações contra e a favor de projecto ferroviário

Tamanho do texto Aa Aa

O polémico projecto para construir uma nova estação ferroviária na cidade alemã de Estugarda motivou, pela primeira vez, protestos simultâneos de defensores e opositores.

Depois da primeira ronda de negociações sobre o projecto denominado “Estugarda 21”, ambos os lados afirmam ter reforçado as respectivas posições.

O chefe dos caminhos-de-ferro alemães, Rüdiger Grube, diz que de qualquer forma não é possível voltar atrás porque “existem contratos que, se não forem respeitados, irão traduzir-se em milhares de casos legais”.

A demolição do velho terminal para construir uma estação subterrânea é promovida como uma forma para melhorar as ligações com o aeroporto e as cidades de Ulm e Munique.

Entre os 10 mil alemães que sairam pela primeira vez à rua para defender o projecto, um manifestante diz que “é preciso mostrar que [os opositores] não representam a vontade da maioria”.

Os protestos contra a nova estação repetem-se regularmente há quase um ano. Os opositores denunciam os custos elevados do projecto, com ambientalistas a defenderem que o impacto no tráfego ferroviário será reduzido.