Última hora

Última hora

Dilma e Serra trocam acusações de corrupção

Em leitura:

Dilma e Serra trocam acusações de corrupção

Tamanho do texto Aa Aa

As acusações de corrupção dominaram mais um debate televisivo entre Dilma Roussef e José Serra, a poucos dias da segunda volta das eleições presidenciais brasileiras, que vão ditar o sucessor de Lula da Silva.

Mais enérgico, o candidato do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) atacou a adversária do Partido dos Trabalhadores (PT) acusando-a de falta de transparência: “O problema é que o PT, a candidata, o governo está enrolado em escândalos. Cada fim-de-semana há três, quatro novos. O que querem passar para a população é que toda a gente é a mesma coisa, mas não é. Nós somos diferentes. Tenho 40 anos de vida pública, nenhum escândalo. Uma vida limpa, de trabalho, honestidade, votada ao povo”, assegura José Serra.

Dilma Roussef devolveu as acusações a denunciou a arrogância do rival: “Acho que geralmente a auto-suficiência e a política de se achar que se faz tudo não é muito adequada à modéstia”.

Apoiada pelo ainda presidente Lula da Silva, Dilma Roussef continua a liderar as sondagens, com 49 por cento das intenções de voto, contra os 38 por cento de Serra, de acordo com os dados do instituto Vox Populi.

A segunda volta das presidenciais brasileiras está marcada para este domingo. Dilma é a grande favorita. Recém agredido por apoiantes da adversária, José Serra acredita num volte-face.