Última hora

Última hora

Merapi já matou 30 pessoas

Em leitura:

Merapi já matou 30 pessoas

Tamanho do texto Aa Aa

A explosão do Merapi, situado a 26 quilómetros a Norte da cidade de Yogyakarta, na ilha de Java, causou já cerca de três dezenas de mortos 91 feridos.

A maioria dos corpos resgatados está carbonizada, enquanto os feridos sofrem problemas respiratórios e queimaduras.

As equipas de socorro lançam buscas casa a casa na esperança de encontrar sobreviventes ou simplesmente recuperar corpos de vitimas.

Neste hospital, a Yogyakarta foram recebidos doze feridos que acabaram por morrer, explica um médico.

Outras dez pessoas estão a ser tratadas mas encontram-se em estado critico, são pacientes com queimaduras em cerca de 40% do corpo.

Monte Merati ou a montanha do fogo como lhe chama os locais emitiu a sua primeira explosão de lava e cinzas ontem ao crepúsculo e hoje as pessoas devem manter-se em abrigos.

Quarenta mil habitantes das localidades próximas da montanha foram levados para locais seguros.

Na segunda-feira, as autoridades elevaram para o máximo o nível de alerta devido aos riscos de erupção iminente e ordenaram de imediato a retirada dos primeiros 19 mil residentes da encosta do vulcão.

Contudo, muitas pessoas, maioritariamente agricultores, recusaram-se a sair. O vulcão Merapi é um dos 129 vulcões indonésios activos, entrando em erupção, em média, de quatro em quatro anos.