Última hora

Última hora

Sindicatos preparam resposta à aprovação da lei da reforma

Em leitura:

Sindicatos preparam resposta à aprovação da lei da reforma

Tamanho do texto Aa Aa

Apesar da contestação social em curso o parlamento francês acaba de aprovar definitivamente a lei que permite a reforma do sistema de pensões.

Na assembleia nacional, onde o governo dispõe de uma confortável maioria os votos a favor foram 336 e contra 233.

Com este dispositivo o executivo de Nicolas Sarkozy vai alargar a idade da reforma dos 60 para os 62 ano uma revisão que uniu nos últimos meses os diferentes sindicatos na contestação.

Um dos sindicatos mais radicais nesta luta a CGT acusa agora as forças da ordem de se infiltrarem nas manifestações e nos piques de greve para criar conflitos que muitas vezes levam à violência.

Nas manifestações de Paris foram identificados elementos das forças da ordem que se faziam passar por sindicalistas denunciam Bernard Thibault.

Há várias semanas que a reforma é contestada com manifestações de protesto e violência nas ruas.

Esta tarde, frente ao edifício do senado, em Paris, se reuniram alguns milhares de jovens.

No entanto, os sindicatos convocaram mais duas jornadas de protestos: para esta quinta-feira, 28 de Outubro e no sábado, dia 6 de Novembro.

Várias refinarias mantêm o bloqueio e os trabalhadores das docas dos dois portos mais importantes – Marselha e Le Havre – continuam em greve.