Última hora

Última hora

França reforça segurança mas não cede a ameaças de Bin Laden

Em leitura:

França reforça segurança mas não cede a ameaças de Bin Laden

Tamanho do texto Aa Aa

O ministro francês dos Negócios Estrangeiros, Bernard Kouchner, classificou de “inaceitáveis” as ameaças de Osama Bin Laden ao país.

França elevou o alerta de segurança. Os receios foram intensificados pela mensagem do líder da Al Qaeda, difundida ontem, onde ameaça atacar o país se as tropas francesas não abandonarem o Afeganistão.

“Há uma data que foi estabelecida pela NATO, no quadro da nova estratégia. Começa no início de 2011. Nessa altura, vamos transferir uma série de distritos para os afegãos e partir daí podem começar as primeiras deslocações e retirada das forças aliadas do Afeganistão”, diz o ministro francês da Defesa, Herve Morin.

Nesta fase, França mantém cerca de 3750 soldados estacionados no Afeganistão.

Na mensagem difundida ontem, cuja autenticidade foi confirmada pelo ministro francês dos Negócios Estrangeiros, Bin Laden assegura que o sequestro de cinco cidadãos franceses no passado mês de Setembro, no Niger, é uma resposta à atitude “anti-islâmica de França”, visível em medidas como a interdição do véu integral em espaços públicos.