Última hora

Última hora

Indonésia: tsunami e vulcão matam mais de 400 pessoas

Em leitura:

Indonésia: tsunami e vulcão matam mais de 400 pessoas

Tamanho do texto Aa Aa

Eram consideradas ilhas paradisíacas, mas o tsunami de segunda-feira deixou um rasto de destruição.

Nas ilhas de Mentawai, na Indonésia, procuram-se os sobreviventes, cujo número é reduzido de dia para dia. O tsunami matou 370 pessoas e mais de 300 continuam desaparecidas.

A ilha de Pagai é uma das mais destruídas, como testemunha Tom Plummer da ONG SurfAid International: “Estou aterrado com o que vemos, atrás de mim havia casas. Há objectos nas árvores, a dois e três metros de altura, o que dá uma indicação de até onde chegou a água.”

Estima-se que 65 mil pessoas tenham sido afectadas pelo tsunami. A Comissão Europeia desbloqueou esta quinta-feira um milhão e quinhentos mil euros para ajudar as vítimas do tsunami e também do vulcão Merapi.

A mais de mil quilómetros do arquipélago de Mentawai, uma outra catástrofe natural abalou a Indonésia esta semana. As erupções do vulcão Merapi, na ilha de Java, mataram mais de trinta pessoas.

Hoje, voltou a cuspir lava, mas as zonas mais perigosas montanha já tinham sido evacuadas. 50 mil pessoas estão abrigadas em centros municipais.

O Merapi – que em javanês significa “montanha do fogo” é considerado o vulcão mais activo da Indonésia.

A população despediu-se hoje das vítimas.