Última hora

Última hora

Myanmar: Ministro evoca possibilidade de libertação de Aung San Suu Kyi

Em leitura:

Myanmar: Ministro evoca possibilidade de libertação de Aung San Suu Kyi

Tamanho do texto Aa Aa

Pode estar para breve a libertação da dissidente birmanesa Aung San Suu Kyi. A hipótese já tinha sido avançada no fim de Setembro por elementos da Junta Militar sob anonimato. Agora é o ministro dos Negócios estrangeiros de Myanmar quem coloca essa possibilidade.

Esta quarta-feira à noite, à margem de uma cimeira da Associação das nações do Sudeste Asiático (Asean), na capital vietnamita, o ministro confirmou que a opositora “talvez” possa ser libertada após as eleições de 7 de Novembro.

O escrutínio acontece seis dias antes do fim da pena de Aung San Suu Kyi. Sem ela e sem outros opositores, também detidos, as legislativas são consideradas uma farsa. O Secretário-Geral das Nações Unidas, Ban Ki-Moon repetiu hoje que se a Junta de Myanmar não libertar os presos políticos, as eleições não têm legitimidade.

A “Dama” de Rangum e Prémio Nobel da Paz está em prisão domiciliária e passou mais de 15 dos últimos 21 anos em cativeiro.