Última hora

Última hora

Sétima jornada de greve geral em França

Em leitura:

Sétima jornada de greve geral em França

Tamanho do texto Aa Aa

A reforma das pensões foi adoptada, mas os sindicatos voltam à carga. Esta quinta-feira é a sétima jornada de greve geral em França em menos de dois meses.

O tráfego aéreo volta a estar perturbado. 50 por cento dos voos foram cancelados no aeroporto de Orly, em Paris, e 30 por cento nos outros aeroportos. Uma dezena e meia de voos entre Lisboa, Porto e Paris foram cancelados.

Nos caminhos-de-ferro, a circulação é ligeiramente inferior ao normal. Ainda assim, estão asseguradas mais de metade das ligações.

A falta de combustível começa a ser ultrapassada, com problemas de abastecimento em apenas 20 por cento das estações de serviço.

O líder sindical Jean Claude Mailly diz que “mesmo com a lei adoptada, os trabalhadores continuam a dizer não à reforma”, mas admite que “hoje não se deve ultrapassar a barreira dos três milhões de manifestantes devido às férias escolares e ao cansaço”.

O novo protesto é um teste à mobilização contra a reforma das pensões. De acordo com uma sondagem publicada esta quinta-feira, 65 por cento dos franceses apoiam a greve. Já está marcada mais uma jornada de protestos para seis de Novembro.