Última hora

Última hora

Contagem decrescente nas eleições dos EUA

Em leitura:

Contagem decrescente nas eleições dos EUA

Tamanho do texto Aa Aa

A quatro dias das eleições legislativas intercalares norte-americanas Barack Obama sublinha que o “Yes We Can” é possível mas não será da noite para o dia.  O presidente está no terreno para convencer os eleitores a não desistirem do sonho que o fez entrar na Casa Branca. E a próxima paragem de campanha eleitoral de Obama vai ser no Maryland, onde deverá pronunciar-se sobre o estado da economia norte-americana, numa fábrica metalúrgica.
 
Mas a crise económica e os republicanos não são as únicas pedras no sapato dos democratas. O movimento ultraconservador “Tea Party”, que conquistou o apoio de republicanos como Sarah Palin, está revelar-se a surpresa já que de acordo com o New York Times, poderá eleger 35 candidatos.
 
Mas é a economia que mais danos provoca nas aspirações democratas, que deverão perder o controlo da câmara dos representantes.
 
O país tem uma taxa de desemprego de quase 10 por cento e a classe média é uma das mais afectadas pela crise.