Última hora

Última hora

Epidemia de cólera leva hatiano para as ruas

Em leitura:

Epidemia de cólera leva hatiano para as ruas

Tamanho do texto Aa Aa

Centenas de haitianos manifestaram-se esta sexta-feira frente a uma base militar da ONU.

A situação no país é muito grave. Mais de 300 pessoas já morreram vítimas de cólera e 4700 estão doentes. O facto de ainda existir mais de um milhão de refugiados, que vivem em condições precárias, potencia a propagação de doenças.

Por seu lado os manifestantes acusam os capacetes azuis do Nepal de serem os responsáveis pela escalada da epidemia.

Um deles afirma que querem explicações claras que lhes permitam identificar a fonte desta doença para que se decida se é necessário deslocar os nepaleses para outro lugar.

A cólera está a assombrar as eleições de Novembro mas a Comissão Eleitoral garante que o escrutínio não vai ser adiado.

A 28 de Novembro o Haiti elege um novo presidente, governo e parlamento. Depois da catástrofe que assolou o país, no início do ano, as autoridades acreditam que só assim será possível estabilizar o país.