Última hora

Última hora

Duas mulheres detidas no Iémen

Em leitura:

Duas mulheres detidas no Iémen

Tamanho do texto Aa Aa

Duas mulheres foram detidas no Iémen sob suspeita de estarem implicadas no envio dos pacotes com engenhos explosivos encontrados em dois aviões na sexta-feira.

Trata-se de uma estudante de medicina da universidade de Sana e a mãe. As autoridades localizaram-nas através do número de telefone inscrito nos pacotes da UPS e da FedEx.

Em Sana, capital do Iémen, a segurança foi redobrada. O presidente Ali Abdullah Saleh prometeu toda a cooperação mas com limites.

“Não queremos ninguém a interferir nos assuntos do Iémen e a lutar a Al-Qaeda no Iémen Quem vai combater a al-Qaida somos nós com os nossos aviões e equipamento.”

As encomendas tinham dispositivos electrónicos e o mesmo tipo de explosivo usado no ataque falhado da Al-Qaeda da península arábica em Dezembro do ano passado.

Foram embarcadas em sana, tinham como destino duas Sinagogas em Chicago e foram interceptadas em Inglaterra e no Dubai.

O primeiro-ministro britânico David Cameron afirmou que acreditam que o engenho destinava-se a explodir no avião mas que não têm a certeza qual seria o momento”.

Vários países estão em estado de alerta. A França por exemplo suspendeu o frete proveniente do Iémen e a Bélgica redobrou a vigilância nos voos de e para aquele país e com destino aos Estados Unidos.