Última hora

Última hora

Iraque: Al-Qaeda reivindica ataque a igreja católica

Em leitura:

Iraque: Al-Qaeda reivindica ataque a igreja católica

Tamanho do texto Aa Aa

A Al-Qaeda reivindicou o ataque deste domingo a uma igreja católica de Bagdad e ameaça os cristãos do Egipto.

37 reféns e sete polícias morreram durante o sequestro. Há mais de meia centena de feridos.

Os soldados iraquianos, apoiados pelo exército norte-americano, puseram fim ao ataque.

Um jovem conta: “Os homens armados abriram fogo na rua antes de entrarem na igreja. Estávamos a rezar lá dentro. Depois, os homens cercaram-nos e começaram a bater-nos”.

Outra mulher acrescenta: “Os homens armados entraram de repente na igreja e começaram a bater nas pessoas. Algumas ficaram feridas, outras foram libertadas e havia mortos. Um dos padres morreu”.

Os sequestradores tentaram, primeiro, atacar a Bolsa de Bagdad, onde fizeram explodir um carro- bomba, que matou dois guardas. Os rebeldes exigiam a libertação de terroristas no Iraque e no Egipto.