Última hora

Última hora

Jovem suspeita de ataque aos Estados Unidos foi libertada

Em leitura:

Jovem suspeita de ataque aos Estados Unidos foi libertada

Tamanho do texto Aa Aa

Foi libertada a jovem detida no Iémen sob suspeita de ter enviado explosivos com destino aos Estados Unidos.

Hanan al-Samawi, de 22 anos, tinha sido presa pelas autoridades iemenitas, depois do seu número de telefone ter sido identificado como o contacto deixado aquando do envio de uma das encomendas.

Este domingo, estudantes da Universidade de Sanaa, no Iémen, manifestaram-se em sinal de protesto contra esta detenção.

As encomendas bomba, colocadas dentro de cartuchos de impressora e endereçadas a sinagogas nos Estados Unidos têm, segundo as autoridades, a marca da Al-Qaeda,
cujo braço iemenita, a Al-Qaeda na Península Arábica, esteve por detrás de uma tentativa fracassada de fazer explodir um avião comercial americano, no Natal do ano passado.

As suspeitas recaem agora sobre Ibrahim Hassan al-Asiri, alegado fabricante de bombas e um dos líderes da Al-Qaeda na região.

Al-Asiri foi, alegadamente, o cérebro por detrás do ataque frustrado contra o chefe dos serviços secretos sauditas. Neste atentado foi usado o mesmo tipo de explosivo encontrado nos pacotes.

As autoridades iemenitas ampliaram as buscas e procuram outros suspeitos de envolvimento no envio dos explosivos.