Última hora

Última hora

PKK pode estar na orgiem do atentado de Istambul

Em leitura:

PKK pode estar na orgiem do atentado de Istambul

Tamanho do texto Aa Aa

Ainda sem reivindicaçao oficial, o ataque bombista em Istambul, que feriu 32 pessoas, tem como principal suspeito elementos do PKK.

Esta cidade foi já antes alvo de ataques de separatistas curdos e o atentado de domingo coincide com o fim da trégua declarada pelo grupo armado do Partido dos Trabalhadores do Curdistão.

Os habitantes não querem ceder ao pânico e dizem que nunca se renderão ao terror destes ataques. “Os curdos devem combater pelos seus direitos de forma democrática e não matando pessoas inocentes”, afirma um residente.

O ataque ocorreu na praça de Taksim, no centro da cidade turca, onde o bombista se fez explodir perto de autocarros da polícia. O suicida tinha uma segunda bomba, que não explodiu.

Os feridos são 15 polícias e 17 civis. A Praça Taksim é um dos locais de Istambul onde a presença de forças policiais é mais visível dado tratar-se de uma intensa área comercial da cidade muita frequentada por turistas.