Última hora

Em leitura:

Berlusconi incendia ânimos da comunidade gay


Itália

Berlusconi incendia ânimos da comunidade gay

O primeiro-ministro italiano está envolvido numa nova polémica.

Desta vez, Silvio Berlusconi incendiou os ânimos da comunidade homossexual.

Em causa estão as declarações proferidas pelo chefe de Governo a propósito do escândalo sexual com uma menor:

“Quando estou na presença de mulheres bonitas, gosto de olhar para elas. É melhor gostar de mulheres bonitas do que ser gay” afirma o primeiro-ministro italiano.

E uma das últimas mulheres para quem Berlusconi terá olhado foi Ruby. A troco de 5000 euros, a marroquina participou em festas privadas do primeiro-ministro quando ainda era menor.

A jovem foi detida em Maio pela polícia, mas não ficou muito tempo na cadeia graças à intervenção do chefe de Governo.

O caso Ruby tem merecido um especial destaque por parte da imprensa nacional até porque não é o primeiro. Muitos acreditam que o reinado de Berlusconi está perto do fim, mas o primeiro-ministro recusa demitir-se.

A comunidade gay exige um pedido de desculpas por parte de Silvio Berlusconi.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Grécia intercepta seis novos engenhos explosivos