Última hora

Última hora

Comunidade católica em Bagdade de luto

Em leitura:

Comunidade católica em Bagdade de luto

Tamanho do texto Aa Aa

Esta tarde vão a enterrar dezenas de fiéis mortos no assalto das forças de segurança à igreja católica, no centro de Bagdade, tomada por um grupo ligado à Al Qaeda.

A operação saldou-se num banho de sangue com mais de 58 mortos, entre os quais mulheres e crianças e 60 ainda feridos.

“Os cristãos, como outras minorias têm sido alvo de violência e assédio por parte dos terroristas e grupos estrangeiros que apoiam ideias políticas de países vizinhos”, defende um representante local de uma organização dos direitos humanos.

A igreja foi invadida por homens fortemente armados e os fiéis presentes feitos reféns.

Dois dos terroristas fizeram-se explodir no decurso da intervenção das forças de segurança e oito acabaram por ser detidos.

Um grupo ligado à Al-Qaeda reivindicou o ataque e ameaça agora a comunidade religiosa no Egipto.

A organização deu um prazo de 48 horas à igreja copta do Egipto para libertar as muçulmanas “detidas nos mosteiros” deste país.