Última hora

Última hora

Norte-americanos votam hoje nas intercalares que prometem penalizar democratas

Em leitura:

Norte-americanos votam hoje nas intercalares que prometem penalizar democratas

Tamanho do texto Aa Aa

Os norte-americanos vão hoje a votos. As eleições intercalares são um teste às políticas de Barack Obama, num cenário de crise económica e de uma elevada taxa de desemprego.

Nas últimas semanas, Obama percorreu o país para contrariar a anunciada derrota dos democratas, ainda que, tradicionalmente, as eleições a meio do mandato se traduzam por uma derrota do partido no poder.

Foi o que aconteceu em 1994 com Bill Clinton, o que não impediu a sua reeleição dois anos depois. Esta segunda-feira, o ex-presidente apareceu num comício em Nova Iorque para motivar as hostes.

“Preocupa-me que no rescaldo desta terrível recessão em que temos estado, em que as pessoas estão tão chateadas, muitos eleitores tenham os resultados contrários ao que desejavam. Não se trata de um assunto entre a direita e a esquerda, mas entre o dia de amanhã e ontem”, declarou Bill Clinton.

A explosão de popularidade do movimento Tea Party começou por dividir os republicanos para se tornar numa influência de peso na hora da penalização dos democratas.

Uma sondagem publicada esta segunda-feira
dá ao Partido Republicano 50 por cento das intenções de voto contra 44 por cento para os democratas.

Os conservadores devem ganhar a maioria dos assentos na Câmara dos Representantes. Os democratas podem manter o controlo do Senado, mesmo que percam alguns lugares para os adversários.