Última hora

Última hora

Diplomacia iraniana desmente iminência de execução de Sakineh Ashtiani

Em leitura:

Diplomacia iraniana desmente iminência de execução de Sakineh Ashtiani

Tamanho do texto Aa Aa

O Irão desmente as últimas informações avançadas pelo Comité Internacional contra a Lapidação, que indicavam que estaria iminente a execução da iraniana Sakineh Ashtiani.

De acordo com o ministro francês do Negócios Estrangeiros, que diz ter tido uma conversa telefónica com o homólogo iraniano, a justiça de Teerão ainda não se pronunciou sobre o veredicto deste caso.

Sentenciada à morte por lapidação, em 2006, por suposto adultério, Sakineh teve a pena comutada para enforcamento, devido à acusação de cumplicidade no assassínio do marido.

A execução da viúva foi suspensa em Julho, mas na semana passada o Supremo Tribunal entregou à Prisão de Tabriz, onde a iraniana se encontra, autorização para a sua execução.

Perante o nervosismo da comunidade internacional, o Irão acusou esta quarta-feira o Ocidente de utilizar o caso de Sakineh Ashtiani como forma de “pressão”.