Última hora

Última hora

Companhia aérea Qantas suspende voos do A380 após aterragem de emergência

Em leitura:

Companhia aérea Qantas suspende voos do A380 após aterragem de emergência

Tamanho do texto Aa Aa

A companhia aérea australiana Qantas anunciou a suspensão dos voos em aviões Airbus A380, pelo menos até perceber as causas da avaria num dos aparelhos, que obrigou a uma aterragem de emergência em Singapura.

A bordo do aparelho seguiam 459 pessoas, entre passageiros e elementos da tripulação, quando se registaram problemas num dos quatro motores.

“Decidimos suspender todas as descolagens de aparelhos Airbus A380 até estarmos completamente esclarecidos com informação suficiente acerca do voo em causa. Vamos suspender os serviços dos Airbus A380 até estarmos completamente certos que as normas de segurança da Qantas foram cumpridas”, diz Alan Joyce, director executivo da companhia australiana Qantas.

Apesar do aparato, os passageiros deste voo estão todos sãos e salvos. O A380 partiu de Singapura com destino a Sydney, na Austrália. A avaria aconteceu esta madrugada quando sobrevoava as ilhas de Batam, na Indonésia.

Um canal de televisão da Indonésia transmitiu imagens de pedaços de metal, que se julga pertencerem a um reactor ou fuselagem do A380, o maior avião de passageiros do mundo.

Há testemunhas que dizem ter ouvido uma explosão, mas a companhia excluiu essa hipótese.

Actualmente há 37 Airbus A380 ao serviço das companhias Singapore Airlines, Qantas, Emirates, Lufthansa e Air France.