Última hora

Última hora

Ecologistas franceses e alemães contra "Tchernobyl sobre rodas"

Em leitura:

Ecologistas franceses e alemães contra "Tchernobyl sobre rodas"

Tamanho do texto Aa Aa

Uma Tchernobyl sobre rodas, para os milhares de manifestantes que protestam contra o transporte de 120 toneladas de resíduos radioactivos entre a França e a Alemanha.

Onze contentores partiram hoje, por via férrea, de Valognes, no norte de França, com destino ao depósito de Gorleben, no Norte da Alemanha.

Uma viagem que, segundo os ecologista,s não respeita as condições de segurança mínimas.

“Cada uma das 11 carruagens transporta o equivalente à radioactividade dispersada pela explosão na central Tchernobyl. Podemos dizer que os resíduos que vão ser transportados ao longo da Europa nos próximos dias equivalem a 11 Tchernobyl sobre rodas”, afirma um responsável da organização ecologista Greenpeace.

A organização afirma ter detectado fugas de radioactividade dos camiões que transportam os resíduos e denuncia a falta de condições para armazenar a carga perigosa na estação de Valognes.

A França tinha acordado com a Alemanha dez viagens deste tipo para depositar resíduos no cemitério nuclear de Gorleben. O transporte iniciado hoje é o décimo-primeiro, desde os anos noventa.