Última hora

Última hora

Fórum dos Empresários premeia China e Índia

Em leitura:

Fórum dos Empresários premeia China e Índia

Tamanho do texto Aa Aa

A criação da riqueza e a justiça social foram os temas principais do Fórum Mundial dos Empresários, em Lyon.

Uma cimeira que visa premiar o espírito empresarial e que este ano honrou Liu Chuan-Zhi, fundador da Lenovo, o grupo chinês que é um dos líderes mundiais do fabrico de computadores. Este gesto é mais um passo no reconhecimento da China como grande potência económica, no mesmo dia em que a visita do presidente Hu Jintao a Paris fica marcada pela assinatura de contratos milionários entre os dois países.

“Penso que este prémio mostra a atenção que o mundo dá, neste momento, às empresas chinesas, aos empresários chineses e ao desenvolvimento da China”, disse Liu.

Também a ministra francesa da Economia, Christine Lagarde, foi galardoada nesta cerimónia, com o prémio na categoria de política. Lagarde falou por videoconferência e disse que a França vai criar, este ano, 400.000 empresários em nome individual o que, segundo a ministra, é possível graças às novas leis do trabalho.

Quando se fala de economias em rápido crescimento, falamos não só da China, como também da Índia. Ela Bhatt é presidente da Associação Indiana de Mulheres Empresárias e foi também galardoada: “Penso que as mulheres dão soluções mais humanas, estão sempre à procura das raízes, uma vez que são elas que tomam conta da família e da comunidade. Procuram sempre uma vida pacífica e são trabalhadoras”, disse.

Este fórum tentou dar uma imagem dos empresários como pessoas que se preocupam não só com os lucros, sendo também criadores de riqueza e justiça social. A edição do próximo ano tem lugar em Singapura.