Última hora

Em leitura:

Tbilissi diz ter desmantelado rede de espiões


Geórgia

Tbilissi diz ter desmantelado rede de espiões

A Geórgia afirma ter desmantelado, recentemente, uma, alegada, rede de espiões russos.

No total forma detidas 13 pessoas: quatro cidadãos da Rússia e nove georgianos.

As detenções prometem fazer aumentar a tensão entre Tbilissi e Moscovo, dois anos depois do conflito armado.

O desmantelamento da alegada rede foi confirmado esta sexta-feira pelo porta-voz do Ministério do Interior da Geórgia:

“Graças a uma operação realizada pelo departamento de contra-espionagem do Ministério do Interior foram descobertas dezenas de pessoas que colaboram ou estão ligadas, aos serviços secretos da Rússia” afirma Otar Ordjonikidze.

Os homens são acusados de terem transmitido informações militares a Moscovo.

Os suspeitos foram detidos em Outubro. Entre eles encontra-se um russo descrito como “o agente de contacto” do Serviço de Inteligência Militar, quatro pilotos da aviação militar georgianos e um empresário da mesma nacionalidade.

Os homens foram detidos no sudoeste da Geórgia.

Moscovo considera tratar-se de uma provocação na véspera de duas importantes cimeiras: da NATO e da OSCE e garante que os homens detidos pela Geórgia nada têm a ver com os serviços secretos.

Em 2006, a Geórgia deteve várias pessoas que acusou de espionagem ao serviço de Moscovo.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Duas mesquitas alvo de atentados no Paquistão