Última hora

Última hora

Emirados Árabes Unidos investigam atentado de Dubai

Em leitura:

Emirados Árabes Unidos investigam atentado de Dubai

Tamanho do texto Aa Aa

A Al Qaeda reivindicou os atentados falhados com encomendas armadilhadas, expedidas do aeroporto de Sanaa, no Iemen, com destino aos aos Estados Unidos.

A reivindicação foi veiculada através de várias mensagens difundidas na internet, cuja autenticidade já foi validada pelo Centro Americano de Sites Islamitas.

As encomendas armadilhadas escalaram no Dubai e em Inglaterra, na sexta-feira da semana passada, onde foram descobertas.

Nos dois casos, as encomendas iam endereçadas a instituições judaicas.

A Al-Qaeda reclamou ainda a autoria da explosão de um avião de carga, em Setembro, no aeroporto do Dubai. O avião pertencia à companhia americana de carga expresso, UPS. O atentado matou os dois únicos tripulantes.

As autoridades dos Emirados Arabes Unidos estão a investigar mas rejeitam para já haver qualquer ligação.

Países como a Alemanha e o Reino Unido interditaram os seus espaços aéreos a voos provenientes do Iemen. Na Europa e nos Estados Unidos foi reforçada a vigilância aos voos cargueiros.