Última hora

Última hora

Haiti e República Dominicana sobrevivem ao Tomas

Em leitura:

Haiti e República Dominicana sobrevivem ao Tomas

Tamanho do texto Aa Aa

Deixou um rasto de destruição e ainda ameaça as populações do Haiti e da República Dominicana. O centro do furacão Tomas não entrou por terra a dentro na ilha de São Domingos mas as chuvas e os ventos fortes provocaram inundações e aluimentos de terras que vitimaram pelo menos sete pessoas no Haiti.
 
Depois do devastador terramoto de Janeiro que matou um quarto de milhão de pessoas e a recente epidemia de cólera que originou mais de 400 mortes, o povo haitiano sobreviveu ao dilúvio mas apenas uma ínfima parte dos 1,3 milhões de pessoas em campos de refugiados conseguiu ser transportada para locais mais seguros.
 
O furacão desloca-se para Norte, a caminho da ilhas Turks e Caicos.
 
Na República Dominicana os alertas de inundações e deslizamentos de terra mantiveram-se mesmo depois do pior ter passado. O fenómeno danificou quase duas mil casas e obrigou à evacuação de oito mil pessoas.