Última hora

Última hora

Presidente russo utiliza veto para defender direito de manifestação

Em leitura:

Presidente russo utiliza veto para defender direito de manifestação

Tamanho do texto Aa Aa

O Kremlin ensaia um gesto de abertura face à oposição, depois do presidente russo ter vetado hoje uma polémica reforma do direito de manifestação.

O projecto-lei dificultava a convocação de manifestações, impedindo pessoas condenadas por protestos ilegais de reclamarem novas autorizações do governo.

O presidente Dmitry Medvedev justificou o recurso ao veto, afirmando que o texto impediria os cidadãos de exercerem os seus direitos, reconhecendo que, “as manifestações são a forma mais eficaz de influenciar as actividades do Estado”.

Desde há vários meses que a oposição russa reclama nas ruas o respeito pelo artigo 31 da Constituição, sobre o direito de manifestação.

Os protestos, realizados a cada dia 31, foram até hoje violentamente reprimidos pela polícia.