Última hora

Última hora

Birmaneses protestam contra opressão

Em leitura:

Birmaneses protestam contra opressão

Tamanho do texto Aa Aa

Trabalhadores Birmaneses na cidade tailandesa fronteiriça de Maesot aproveitaram aquele que é o primeiro escrutínio em 20 anos para protestar em nome da liberdade.
 
Exigem a libertação da prisioneira política Aung San Suu Kyi, líder da oposição que permanece em prisão domiciliária. Aliás, 15 dos últimos 21 anos foram passados detida depois de uma esmagadora vitória eleitoral em 1990.
 
Em Seul, também ecoaram protestos contra o regime.
 
Hillary Clinton, está de visita à Austrália. A secretária de Estado fez referência ao Myanmar. 
“A Austrália e os Estados unidos vão continuar a trabalhar em conjunto para estabelecer uma comissão de inquérito internacional para responsabilizar os líderes da Birmânia pela violação dos direitos humanos e a contínua perseguição das minorias étnicas”, disse.
 
Países ocidentais e asiáticos mostraram preocupação pela falta de transparência e credibilidade ao mesmo tempo que 2200 prisioneiros políticos permanecem encarcerados.