Última hora

Última hora

Activistas travam marcha de comboio com resíduos nucleares na Alemanha

Em leitura:

Activistas travam marcha de comboio com resíduos nucleares na Alemanha

Tamanho do texto Aa Aa

No norte da Alemanha, os activistas dão o tudo por tudo para impedir que o comboio com resíduos nucleares radioactivos chegue ao depósito atómico de Gorleben.

Neste município, quatro pessoas acorrentaram-se mesmo a um bloco de cimento junto à estrada de acesso, mas a polícia tenta gerir a situação.

Enquanto isso, os 11 camiões com contentores especiais “Castor”, que contêm 123 toneladas de lixo atómico, continuam estacionados na localidade de Dannenberg.

Aguardam por instruções para concluir os últimos 20 quilómetros da atribulada viagem até Gorleben.

Mas a tarefa adivinha-se difícil. A polícia tenta desbloquear um outro obstáculo. Um camião de cerveja que libertou tubos de metal para o solo. No interior da viatura, activistas da Greenpeace asseguram a difícil remoção do veículo.

Alguns agricultores e habitantes locais juntaram-se ao protesto, alimentado por uma polémica com mais de 30 anos, quando uma mina de sal foi usada para armazenar resíduos radioactivos.

Algo que os ambientalistas alertam que poderá ser pouco seguro geologicamente, a longo prazo.

A decisão da chanceler Angela Merkel, em prolongar a vida das centrais nucleares alemãs, deverá adicionar 17 mil toneladas de resíduos nas próximas três décadas.