Última hora

Última hora

Futebol: Jogadores franceses não abdicam dos prémios

Em leitura:

Futebol: Jogadores franceses não abdicam dos prémios

Tamanho do texto Aa Aa

O campeonato do mundo de futebol já terminou há quatro meses mas em França continua a dar que falar.

De acordo com o diário L‘Équipe, depois de renunciarem a todas as verbas da prestação vergonhosa na África do Sul, os jogadores franceses deram agora o dito por não dito e recusaram-se a assinar o documento que formalizava tal intenção.

Um volte face justificado pelo actual capitão Alou Diarra com a vontade de oferecer o dinheiro, cerca de dois milhões de euros, a instituições de caridade.

Contudo não falta quem diga que a declaração do então capitão Patrice Evra em que afirmou que não pretendiam receber um cêntimo que fosse não foi bem acolhida entre os restantes futebolistas.

Quem também não achou piada nenhuma foi a Federação Francesa de Futebol, com dívidas superiores a um milhão de euros e que ainda tem o caso Domenech para resolver.

O antigo seleccionador, que esteve no centro de todas as polémicas no campeonato do mundo, colocou a federação em tribunal para pedir uma indemnização de dois milhões e novecentos mil euros por considerar que não existiu justa causa para o seu despedimento.

Tudo isto acontece numa altura em que Laurent Blanc parecia ter finalmente unido a selecção nacional com o povo francês, liderando o seu grupo de qualificação para o euro dois mil e doze com uma equipa bastante renovada.

Os bons resultados podem mesmo abrir outras portas ao actual seleccionador, que ainda esta terça-feira disse que gostaria de regressar ao Manchester United para suceder a Sir Alex Fergusson.