Última hora

Última hora

Presidente turco: "líderes europeus têm uma visão curta"

Em leitura:

Presidente turco: "líderes europeus têm uma visão curta"

Tamanho do texto Aa Aa

O chefe de Estado turco considera que vários líderes europeus têm uma visão curta.

Em causa estão as reservas de países como a França e a Alemanha à adesão da Turquia ao clube dos 27.

As negociações com Ancara arrancaram em 2005, mas têm evoluído a passo de caracol.

Abdullah Gül considera que a União Europeia só tem a ganhar com a entrada da Turquia:

“É triste observar que alguns líderes não conseguem olhar com clareza para aquilo que vai acontecer daqui a 20, 50 ou 70 anos. O equilíbrio do poder internacional vai passar do Ocidente para a Ásia e é, um imperativo estratégico para a União Europeia ter ao lado a Turquia.”

Apesar de Ancara e Zagreb terem iniciado as negociações de adesão à União Europeia ao mesmo tempo, a Croácia está ao que tudo indica mais perto de alcançar o objectivo.

A Islândia e a Macedónia são os outros países na lista.

Actualmente, apenas 38% da população turca apoia a entrada do país na União Europeia.