Última hora

Última hora

Jornalista russo agredido nos arredores de Moscovo

Em leitura:

Jornalista russo agredido nos arredores de Moscovo

Tamanho do texto Aa Aa

A imprensa russa contabiliza mais uma vítima de agressão, o segundo caso em apenas dois dias.

Anatoli Adamchuk, jornalista do semanário Zhukovskie Vesti foi espancado por desconhecidos na madrugada desta segunda-feira, à saída do local de trabalho, nos arredores de Moscovo.

Está hospitalizado com um traumatismo craniano e suspeita-se que o motivo da agressão se deva às actividades profissionais, incómodas para alguns sectores.

O presidente russo, Dmitri Medvedev, promete “mão pesada” no combate ao crime: “Os responsáveis por estes actos devem ser encontrados e punidos. Já tive a oportunidade de ver a imprensa de hoje, dizem que ninguém vai ser encontrado, mas eu digo o contrário. Não há dúvidas em relação a isso, estes crimes podem ser resolvidos”.

No sábado, um outro ataque deixou em coma Oleg Karshin, jornalista do diário independente “Kommersant”.

Nos últimos anos inúmeros jornalistas foram agredidos, feridos ou assassinados na Rússia, mas as investigações quase não dão resultados.

O caso mais mediático é o da jornalista da oposição Anna Politkovskaya, assassinada em Moscovo, em 2006. Até à data, a Justiça ainda não identificou a pessoa que ordenou o assassinato.