Última hora

Última hora

Energia: Bruxelas apresenta estratégia para a próxima década

Em leitura:

Energia: Bruxelas apresenta estratégia para a próxima década

Tamanho do texto Aa Aa

Um bilião de euros na próxima década é quanto a Comissão Europeia diz que é necessário investir para reduzir a dependência dos Vinte e Sete do estrangeiro e das energias fósseis e cumprir os objectivos de eficiência energética fixados para 2020.

Na nova estratégia energética, Günther Oettinger fixou também 2015 como data limite para criar um mercado energético comum. O comissário europeu da Energia defende que “no que diz respeito à electricidade e ao gás, o mercado interno está legalmente ligado e foi formalmente transposto pelos Estados membros. Mas em relação à competitividade e à variedade de oferta, a Europa está apenas no início em termos práticos”.

Bruxelas considera que a Europa está atrasada na aplicação do objectivo dos três vintes. Dois sectores estão na linha de mira, os transportes e a construção civil, e a Comissão Europeia quer legislar, em breve, em relação à poupança e eficiência energética, as grandes prioridades.

O executivo comunitário pretende também desmantelar os monopólios no sector da energia, tema polémico na União.