Última hora

Última hora

Jornal russo revela delator do escândalo de espionagem nos Estados Unidos

Em leitura:

Jornal russo revela delator do escândalo de espionagem nos Estados Unidos

Tamanho do texto Aa Aa

O jornal “Kommersant” revelou o nome do responsável pelo maior escândalo de espionagem entre a Rússia e os Estados Unidos desde a Guerra Fria.

Segundo o diário russo, foi o tenente-coronel Cherbakov que denunciou a rede de espiões russos que operava nos Estados Unidos há dez anos.

Os onze membros da rede tinham adoptado falsas identidades para se infiltrarem na sociedade norte-americana.

Em Junho, os espiões foram trocados por quatro russos que cumpriam penas de espionagem a favor do Ocidente.

Pouco depois do caso ter vindo a público, o primeiro-ministro russo prometeu vingança.

Vladmir Putin considerou que o desmantelamento da rede foi uma traição e deixou uma aviso: “os traidores acabam mal”.

O agente duplo fugiu, antes da visita de Dimitri Medvedev a Washington, em Junho.

Segundo o jornal, o filho de Cherbakov apanhou um avião de Moscovo para os Estados Unidos, pouco antes da detenção dos espiões.