Última hora

Última hora

Manifestações pacíficas em Seul contra o G20

Em leitura:

Manifestações pacíficas em Seul contra o G20

Tamanho do texto Aa Aa

Cerca de duas mil e 500 pessoas manifestaram-se, esta quinta-feira, em Seul, contra o G20. A capital da Coreia do Sul recebe, ao final do dia, a Cimeira do 20 país mais influentes do mundo.

Os manifestantes querem que as questões económicas em debate não sejam tratadas em detrimentos dos cidadãos comuns. “Espero que não seja uma reunião para proteger a especulação financeira, ou reforçar o capital financeiro. Deve ser uma reunião para proteger as pessoas normais das crises económicas”, explica Kang-sil Lee, a directora da Aliança dos Movimentos Progressistas da Coreia.

Uma mulher tentou mesmo incendiar-se, antes de ser controlada pela polícia.

As forças da ordem mantêm um cordão de segurança de dois quilómetros em redor do palácio dos congressos, onde decorre a cimeira. E estão muito atentas. Ao mais pequeno sinal de protesto em frente das instalações da cimeira, a polícia reage imediatamente. Ao todo, 50 mil polícias foram destacados para garantir a segurança do evento.