Última hora

Última hora

Haiti: cólera matou mais de 800 pessoas

Em leitura:

Haiti: cólera matou mais de 800 pessoas

Tamanho do texto Aa Aa

O surto de cólera no Haiti já matou mais de 800 pessoas. A situação piora de dia para dia e os hospitais estão sobrelotados. A epidemia chegou à capital, Port-au- Prince, onde morreram dez pessoas.

As autoridades temem a propagação nos campos de refugiados, onde vive mais de um milhão de desalojados, desde o sismo de Janeiro.

A enfermeira Virginie Gauder, dos Médicos Sem Fronteiras, explica que o contágio se faz por transmissão directa e não pela água. “Em Port-au-Prince as pessoas estão muito concentradas, vivem em zonas pobres, sem espaço. Por isso, a contaminação aumenta diariamente.”

Além das deficientes condições sanitárias no país, as recentes inundações do furacão Tomás favorecem a propagação da epidemia.

O centro americano para a prevenção das doenças (CDC) mostra-se preocupado com o risco de contágio para os Estados Unidos. Os controlos sanitários vão ser reforçados na Florida, onde vivem mais de 200 mil haitianos e onde se verificou um aumento de voos para o Haiti.

Apesar da epidemia, as autoridades decidiram manter a data das eleições presidenciais e legislativas, a 28 de Novembro.