Última hora

Última hora

Europa celebra a libertação de Suu Kyi

Em leitura:

Europa celebra a libertação de Suu Kyi

Tamanho do texto Aa Aa

A notícia da liberdade de Aung San Suu Kyi foi festejada um pouco por toda a Europa.

Em Londres, vários grupos de apoiantes saíram às ruas com fotografias da Nobel da Paz, manifestando o seu contentamento.
Apesar da alegria estes manifestantes mostram-se expectantes em relação ao comportamento do governo do Myanmar, daqui em diante.

“Nós esperamos que Suu Kyi seja libertada completa e incondicionalmente.
Assim, temos esperança de alcançar a democracia na Birmânia”, afirma este membro de uma organização pró democracia na Birmânia.

A Amnistia Internacional mostra-se contente com a libertação de Aung San Suu Kyi mas mantém-se cautelosa em relação ao futuro do Myanmar, como evidencia o porta-voz: “O teste crucial para o governo é se a libertação de Aung San Suu Kyi é o início de um processo ou apenas uma tentativa de enganar a comunidade internacional. Por isso, o importante é ver se haverá uma abertura política, se os outros prisioneiros são libertados e se alguns dos ataques que estão a acontecer no país, a várias comunidades étnicas, vão parar. “

O autarca de Paris juntou-se às celebrações, pela liberdade de Aung San Suu Kyi, e, numa pequena cerimónia em frente ao edifício da Câmara Municipal, decidiu atribuir à Prémio Nobel da Paz o título de cidadã honorária da cidade.