Última hora

Última hora

Banqueiros animam início da Semana Financeira Europeia

Em leitura:

Banqueiros animam início da Semana Financeira Europeia

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente do Bundesbank, Axel Weber defendeu as medidas de apoio aos bancos, como a emissão de obrigações que possam ser convertidas em acções em caso de crise.

Weber é um dos oradores da Semana Financeira Europeia, que começou esta segunda-feira em Frankfurt, um evento por onde vão desfilar os principais decisores económicos europeus. “Precisamos de um sistema financeiro mais estável. Com certeza, as mudanças necessárias para lá chegar são um desafio e esses desafios vão ser, nalguns casos, dolorosos. Mas são necessários e não há outra alternativa”, disse.

Weber foi notícia nas últimas semanas por causa de divergências com o presidente do Banco Central Europeu, Jean-Claude Trichet, a propósito das taxas de juro.

Trichet, tal como o presidente do Eurogrupo Jean-Claude Juncker ou o director do FMI Dominique Strauss Kahn, vai também passar por estes palanques.

Neste primeiro dia, o homem-forte do Deutsche Bank, Josef Ackerman, falou também sobre os problemas da banca: “Como podem os bancos que vão à falência deixar os negócios sem desestabilizar todo o sistema? Não pode estar certo que os bancos vão à falência, sejam salvos e voltem novamente a uma posição de competidores, como se de nada se tratasse, depois de terem sido salvos pelo contribuinte”.

Ackerman repetiu ainda aquilo que muitos analistas já disseram – que o pior da crise financeira já passou. Este primeiro dia da semana financeira foi dedicado aos bancos e contou também com o presidente executivo do Banco Santander, Alfredo Sáenz.