Última hora

Em leitura:

Londres indemniza prisioneiros torturados


Reino Unido

Londres indemniza prisioneiros torturados

Londres indemniza os antigos detidos britânicos de Guantánamo que foram vítimas de tortura. Entre eles, o etíope, Binyam Mohamed, que passou quatro anos em Guantánamo e foi libertado em 2009. Agora, terá recebido mais de um milhão de euros de indemnização.

Ao todo, seis antigos prisioneiros da base militar norte-americana afirmam ter sido torturados, com a cumplicidade dos agentes secretos britânicos.

O montante das indemnizações a atribuir às várias pessoas foi negociado por mediadores independentes.

Com este tipo de acordos, a Grã-Bretanha evita longos procedimentos judiciais – apesar de a Amnistia Internacional reclamar uma verdadeira investigação sobre os casos de tortura.

Perdido em Guantanamo, uma reportagem a não perder

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Afeganistão: secretário-geral da NATO discorda de Karzai