Última hora

Última hora

Negociações em curso para ajudar bancos irlandeses

Em leitura:

Negociações em curso para ajudar bancos irlandeses

Tamanho do texto Aa Aa

A Irlanda e a crise da dívida estão no centro da reunião do Eurogrupo em Bruxelas. Um encontro em tempos de alarme na zona euro. Apesar da forte pressão europeia, Dublin quer evitar um plano de resgate para a totalidade do Estado, mas poderá aceitar ajuda para refinanciar apenas o sector bancário.

As negociações estão em curso. À chegada ao encontro, o comissário europeu para os Assuntos Económicos, Olli Rehn, afirmou que “a Comissão Europeia está a trabalhar com o Banco Central Europeu (BCE) e o Fundo Monetário Internacional (FMI), assim como com as autoridades irlandesas, para resolver os sérios problemas do sector bancário irlandês”.

Os europeus procuram tranquilizar os mercados e evitar o contágio de outros países em dificuldade, como Portugal e Espanha.

A Irlanda viu explodir os juros da dívida soberana e faz face a um défice colossal de 32% do PIB. Tudo por causa das ajudas ao sector bancário, profundamente afectado pela crise financeira e pelo colapso do sector imobiliário.

Segundo fontes em Bruxelas, a eventual ajuda a Dublin poderá rondar 45 a 90 mil milhões de euros.