Última hora

Última hora

Ajuda europeia ao sector bancário irlandês no horizonte

Em leitura:

Ajuda europeia ao sector bancário irlandês no horizonte

Tamanho do texto Aa Aa

Uma equipa da Comissão Europeia, do Banco Central Europeu e do FMI é esperada, esta quinta-feira, em Dublin para discutir um eventual plano de resgate à banca irlandesa.

Na sequência da reunião do Ecofin, com a presença dos ministros europeus das Finanças, a Irlanda adiou a ajuda externa mas não afasta a hipótese de um resgate.

O representante belga do Eurogrupo, Didier Reynders, é prudente na análise.

“Analisámos a situação, ontem, no Eurogrupo

e vamos fazer um balanço. é evidente que queremos e vamos iniciar um processo com o FMI, a comissão e o BCE para analisar a situação actual da Irlanda e se é preciso apresentar uma ajuda a nível europeu”.

O défice orçamental irlandês de 32%, deve-se precisamente à necessidade de financiar a banca.

A Grã-Bretanha está disposta a participar no resgate do sector bancário vixinho com vista à estabilidade do próprio sector.

O analista Daniel Gros esclarece a ajuda britância.

“O Reino Unido também se encontra numa posição difícil mas continua avaliado com triplo A, porque os mercados acreditam que no final, será capaz de superar. O emprestimo do Reino Unido à Irlanda é secundário em comparação com o quadro geral no Reino Unido”.

O Governo chefiado por Brian Cowen, tenta evitar a humilhação do resgate que poderia enfraquecer a maioria parlamentar, nas eleições de 25 de Novembro.