Última hora

Última hora

Alegado traficante Viktor Bout declara-se "inocente"

Em leitura:

Alegado traficante Viktor Bout declara-se "inocente"

Tamanho do texto Aa Aa

Inocente. Foi assim que o alegado traficante de armas Viktor Bout se declarou, perante a justiça norte-americana. Uma declaração que não impediu a juíza nova-iorquina Shira Scheindlin de o condenar a prisão preventiva sem possibilidade de liberdade sob caução.

O presumível traficante russo, de 43 anos, é acusado de quatro crimes ligados à venda de armas, desde os anos 90, em África, na América do Sul e no Médio Oriente. Um tráfico que, defendem os americanos, alimentou terrorismo e conflitos em todo o mundo.

O antigo oficial da força aérea soviética foi extraditado na terça-feira, da Tailândia, onde tinha sido detido, em 2008, por agentes norte-americanos. A Rússia denuncia a decisão das autoridades tailandesas.