Última hora

Última hora

Louvre pede ajuda financeira

Em leitura:

Louvre pede ajuda financeira

Tamanho do texto Aa Aa

Sinal dos tempos, o Louvre precisa de dinheiro – o mais emblemático museu de Paris quer adquirir o “Três Graças”, uma pintura a óleo de três nus do alemão Lucas Cranach.

O “Três Graças” pertence a uma colecção privada. Pela primeira vez, o Museu do Louvre está a apelar à generosidade do público.

Chamando a atenção de que se trata de um investimento numa obra prima do Renascimento, como explica a directora executiva do museu, Catherine Sueur:

“Porque se trata de uma situação excepcional, nós decidimos lançar esta operação excepcional. Dar a possibilidade a um público vasto, de acordo com as suas possibilidades financeiras, de investir nesta pintura que é muito importante para a História da arte”.

O prazo para a recolha de fundos vai até finais de Janeiro e ainda falta um milhão de Euros. O preço pedido é de quatro milhões. Uma operação difícil mas que, segundo a directora, não vai falhar:

“Não é concebível que falhemos esta recolha dos fundos necessários, estamos optimistas. É uma obra excepcional que precisa de fazer parte da coleção nacional. É uma pintura que exalta a sensualidade, uma obra extraordinária, a obra principal do pintor Lucas Cranach do renascimento. Faremos tudo que pudermos e cada doação conta, por muito pequena que seja”.

Espera-se que a obra se junte a outras quatro de Cranach que já integram o acervo do Louvre.

As pessoas que contribuírem passam a figurar na lista de dadores do Louvre, publicada no web site e em campanhas publicitárias.