Última hora

Última hora

Alemanha diz que mala armadilhada em voo da Namíbia era um teste

Em leitura:

Alemanha diz que mala armadilhada em voo da Namíbia era um teste

Tamanho do texto Aa Aa

A mala com destino a Munique interceptada esta quarta-feira no principal aeroporto da Namíbia com baterias, um detonador e um relógio no interior, era um teste de segurança e não continha explosivos.

A garantia foi dada pelo ministro alemão do Interior, numa altura em que se investiga a autoria da iniciativa.

O falso alarme intensificou o nervosismo que reina na Alemanha sobre a iminência de um atentado terrorista.

“Esta mala foi, como lhe chamam, um teste real produzido por uma empresa norte-americana. Estamos agora a investigar quem trouxe esta bagagem e quando, mas ainda não estou em condições de avançar esses dados”, disse Thomas de Maiziere, o ministro alemão do Interior.

As autoridades da Namíbia afastam o envolvimento de Windhoek, Washington ou Berlim neste teste.

Temendo ataques terroristas, a Alemanha decretou o alerta máximo de segurança, pelo menos até ao final do ano.

Os receios intensificaram-se desde que os serviços de segurança alertaram, esta quarta-feira, para um possível ataque planeado por extremistas islamitas. De acordo com o diário alemão Bild, quatro rebeldes podem mesmo estar no país.